Eletrofisiologia


  Área Reservada 

Eletrofisiologia

O Estudo Electrofisiológico (EEF) consiste num procedimento invasivo que tem como objectivo principal a análise da actividade eléctrica cardíaca e a avaliação de possíveis disfunções do sistema cardionector.

Para tal utilizam-se electrocatéteres multipolares que são posicionados em locais específicos do coração, possibilitando o registo de sinais intracavitários e a estimulação eléctrica programada.

A ablação por cateter é um procedimento invasivo que consiste na destruição intencional de tecido miocárdico arritmogénico, conexões aurículo-ventriculares ou partes do sistema especializado de condução cardíaco com o objectivo de tratar ou controlar arritmias. É habitualmente efectuada na sequência de um estudo electrofisiológico quando se considerar existir indicação para tal.

Os dispositivos a implantar podem ser pacemakers, ressincronizadores ou desfibrilhadores ou registadores de eventos implantáveis.

No follow up de DCI há que garantir o correcto atendimento dos pacientes por parte dos cardiopneumologistas na consulta de seguimento para portadores de dispositivos cardíacos implantáveis (DCI), vigiar o correcto funcionamento do dispositivo implantado no serviço de cardiologia e optimização dos seus parâmetros.